Seguidores

outubro 31, 2014

.diospiro OU dióspiro?

Acabadinhos de colher...
 
Sempre disse e escrevi diospiro. No entanto, consultando vários dicionários, verifiquei que todos registam dióspiro, mas nem sempre diospiro. A opção pela esdrúxula (proparoxítona) está em conformidade com o étimo grego (dióspyros, “alimento de Zeus”).
 
CONCLUSÕES:
PORTUGAL
BRASIL
Considerando o que estipulam a generalidade dos dicionários portugueses e o Portal da Língua Portuguesa, podemos dizer:
 
diospiro OU dióspiro
Nem os dicionários brasileiros que consultei nem a Academia Brasileira das Letras registam diospiro. Logo, deve dizer-se:

dióspiro
Nota:
Também se usa a designação caqui.

Abraço e consuma dióspiros sem moderação (fonte de sais minerais e vitaminas)!
AP

Qual a origem do nome MOÇAMBIQUE?


 
Moçambique
O nome do país deriva da ilha com o mesmo nome - Ilha de Moçambique. Esta ilha da província de Nampula, localizada no norte do país, foi descoberta por Vasco da Gama em 1498.
Foi considerada pela UNESCO, em 1991, Património Mundial da Humanidade. A ilha pode ainda ser considerada como o berço da unidade territorial que constitui atualmente a nação moçambicana.
O nome da ilha e do país deriva de um dos primeiros mercadores árabes, anterior à conquista portuguesa, Mussa-bin-Mbiki, que em português soa “Moçambique”.
No entanto, as "crianças guias" na Ilha de Moçambique contam aos turistas que o nome Moçambique surgiu do nome de três meninos que Vasco da Gama encontrou a pescar na Ilha.
Fonte consultada em 31/10/2014: http://eportuguese.blogspot.PT


outubro 26, 2014

.social-democratas OU sociais-democratas?

Ouvimos e lemos, com alguma frequência, duas formas de formar o plural do composto de hoje: social-democratas e sociais-democratas. São aceitáveis os dois plurais ou apenas um respeita as regras?
Para não variar, este é mais um caso na língua portuguesa em que não há unanimidade entre os especialistas.

  FONTE
  REGRA
  .Ciberdúvidas
Nos compostos formados por dois adjetivos, ambos pluralizam. Logo, sociais-democratas.

Nota: Quando o 1º adjetivo é uma forma truncada, apenas muda o 2º elemento: afro-americanos.
  .Maioria dos autores de gramáticas portuguesas e brasileiras (Celso Cunha e Lindley Cintra, Evanildo Bechara…)
Nos adjetivos compostos, apenas o último elemento recebe a forma plural.
Assim, social-democratas.
  .Portal da Língua Portuguesa
  .Academia Brasileira de Letras
Apresentam apenas o plural social-democratas.
No entanto, se social-democrata for nome (substantivo), ambos os elementos pluralizam: sociais-democratas.
  .Dicionário Houaiss
  Admite as duas formas do plural: social-democratas e sociais-democratas.

CONCLUSÃO POSSÍVEL:
Tendo em conta que “quem sabe do assunto” não se entende, parece-me justificada a posição assumida pelo Dicionário Houaiss:
O plural do adjetivo composto social-democrata pode ser:

sociais-democratas             e             social-democratas
MAS:
1.   Se os adjetivos forem gentílicos (palavras que indicam a nacionalidade ou a naturalidade), só o 2º elemento vai para o plural: luso-brasileiros, afro-americanos, franco-italianos, etc.
2.   Quando social-democrata for nome (substantivo), ambos os elementos vão para o plural: sociais-democratas.
Exemplos:
.Os sociais-democratas obtiveram uma votação elevada. (NOME/SUBSTANTIVO)
.Adotei os ideais social-democratas/sociais-democratas. (ADJETIVO)

Bom resto de domingo!
AP
Imagem encontrada AQUI.

outubro 22, 2014

.knock-out, knockout OU nocaute?


 
A questão de hoje surgiu de forma inesperada quando encontrei a versão nocaute num documento português. Embora no Brasil esteja generalizada essa adaptação, em Portugal isso não acontece e sempre usei o estrangeirismo knock-out. Uma consulta aos dicionários e portais disponíveis online deixou-me surpreendido e intelectualmente  nocaute!

CONCLUSÕES
 PORTUGAL e BRASIL
  NOCAUTE ou KNOCKOUT* (com as variantes KNOCK-OUT e KNOCK OUT)
 
* Estrangeirismo escrito entre aspas ou em itálico.
NOTA 1: Contrariamente ao que acontece no Brasil, é muito raro em Portugal vermos a grafia nocaute. No entanto, considerando que os dicionários portugueses online e que até o mais conservador Portal da Língua Portuguesa registam a adaptação, é legítimo que os falantes lusos possam utilizá-la na sua escrita. Mas lá que é estranho… É!
NOTA 2: Outra grafia válida para os lados do Atlântico é nocautear.

Abraço e um serão livre de nocautes!
AP 
Imagem encontrada AQUI.

outubro 18, 2014

.braçadeira ou abraçadeira?

Quando nos referimos a distintivos ou objetos usados à volta do braço ou do pulso, devemos usar a palavra BRAÇADEIRA.
Já quando falamos de uma peça que liga uma coisa a outra (como na imagem), tanto podemos dizer BRAÇADEIRA (braço+-deira) com ABRAÇADEIRA (abraçar+-deira).

CONCLUSÃO:
Na designação de uma peça que liga uma coisa a outra, BRAÇADEIRA e ABRAÇADEIRA são sinónimos.

Nada melhor para a despedida do que ABRAÇO planetário!
AP 
Imagem encontrada AQUI.



outubro 13, 2014

.intenÇão ou... intenSão?


Embora intenção seja a palavra que todos conhecemos e muitos leitores possam achar que intensão é erro, não é assim. Veja o quadro e poderá surpreender-se…

Intenção
Intensão
intento;  propósito;  desígnio
FILOSOFIA (fenomenologia): aplicação do espírito a um objeto de conhecimento.
Do latim intentiōne- («vontade; desejo»)
aumento de tensão; intensidade;  veemência;  força
FILOSOFIA: conjunto dos atributos ou das propriedades que caracterizam um conceito
Do latim intensiōne- («tensão»)
Houve uma intensão na dor do paciente. A minha intenção é ajudá-lo!
Fonte: Infopédia

Abraço!
AP

outubro 12, 2014

.Dicionário Infopédia: um recurso precioso e renovado!

 
Hoje a Infopédia levantou-se de cara lavada. Além de um novo visual, mantém as funcionalidades que já tinha (entre outras, a definição, classificação e origem etimológica das palavras) e traz uma novidade importante: a transcrição fonética. É a única fonte de consulta online (em Portugal e Brasil) que disponibiliza a pronúncia das palavras.
 
Boas consultas!
AP


outubro 09, 2014

.GOELA ou GUELA?

Não, não é a minha garganta...

A grafia de hoje não é evidente para todos os falantes (pude constatá-lo com os milhares de alunos de língua portuguesa que acompanhei ao longo da minha carreira).
Considerando a origem da palavra (do latim gulella-, diminutivo de gula-, «garganta»), seria de esperar que hoje escrevêssemos “guela”, mas não foi o que aconteceu. Malhas que a evolução tece…

CONCLUSÃO:

Devemos escrever goela!

Abraço.
AP
Imagem encontrada AQUI.

outubro 05, 2014

.FRUTO ou FRUTA?

Afinal, os meus figos não são, para a biologia, verdadeiros frutos...

Realizadas as consultas às fontes, sistematizados os dados obtidos, aqui ficam, no quadro abaixo apresentado, as conclusões.


Designação
Definição
Exemplos
FRUTO
Corpo resultante do desenvolvimento do ovário, em geral após a fecundação, que contém a semente.
(Terminologia botânica aplicada ao órgão que tem função de proteger e disseminar sementes)
Pêssego, melão, beringela, tomate, feijão, ervilha, pepino…

 
Nem todos os frutos são frutas!  

FRUTA

Os frutos (ou pesudofrutos) comestíveis doces.

(Terminologia não botânica)

Laranja, uva, ameixa, papaia, goiaba, maçã…

Todas as frutas são frutos (ou pseudofrutos)!
PSEUDOFRUTO (ou “falso fruto”) – Enquanto o verdadeiro tem origem no ovário da flor, nalgumas plantas, outras partes da flor podem transformar-se em frutos. A esses frutos que se originaram de outras estruturas das plantas que não o ovário da flor, damos o nome de pseudofruto.
Exemplos: caju, morango, abacaxi, figo, maçã, pera, banana…

Fontes:

Abraço e não deixem de incluir na vossa dieta muitos frutos, frutas e pseudofrutos!
AP

outubro 03, 2014

.De onde vem a palavra CAFUNÉ?

Até os bichinhos gostam!
 
As fontes consultadas (dicionários generalistas e etimológicos) diferem em relação à proveniência de cafuné.
Umas dizem que a palavra é origem desconhecida; outras, que vem do quimbundo. Entre os autores que defendem que a origem está no quimbundo, há divergências em relação à palavra-mãe: kafu'nu? kifunate? kajundu?
A explicação mais interessante que encontrei:

"do quimbundo (uma língua da Angola), significa "tomar a cabeça de alguém e torcê-la", mas depois tomou o significado de coçar a cabeça de alguém com delicadeza."
Abraço e que a vida vos traga muitos cafunés (não daqueles de torcer a cabeça…).
AP
Imagem encontrada AQUI.

outubro 02, 2014

.Qual a origem da palavra PATO?



Apresento-vos os meus palmípedes: patos-reais, patos-corredores-indianos e patos-de-rouen (os maiores). Nenhum resiste à água acabada de tirar do poço que há junto à capoeira...

A generalidade das fontes remete para a hipótese de a designação desta ave palmípede ser de origem onomatopeica, ou seja, a imitação do som daquilo que significa. Neste caso, seria o grasnar do pato… ou talvez não.
José Pedro Machado, diz, no seu Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa, que a palavra pato é “talvez de origem onomatopaica, em virtude do ruído produzido pelo andar pesado do animal”.
Garanto-vos que nenhum dos meus patos faz “pat-pat” a andar…

SABIA QUE:
o PATO deu origem ao nome de uma dança, o CAN-CAN, surgida em Paris em 1858? O nome veio da palavra francesa 'canard', que significa "pato". Como se sabe, a dança termina com um movimento em que as moças levantam a saia e arrebitam o bumbum, como faz o pato.

Abraço.
AP

outubro 01, 2014

.Sabe quando usar as terminações -ÃO e -AM?

 
Esta é uma das dúvidas mais recorrentes da língua portuguesa, um verdadeiro bico de obra para os alunos.
A explicação mais comum é a que está no quadro no início da mensagem, mas parece que não resulta para grande parte dos falantes.
A dica que vos trago é simples e eficaz!
 
SUPERDICA:
Terminação -ÃO
Usar em palavras agudas (oxítonas). A sílaba tónica é a última: verão, entrarão, latão, coração, vão, visitarão.
Terminação -AM

Usar em palavras graves (paroxítonas). A sílaba tónica é a penúltima: vieram, entraram, acabaram, visitaram.
Nota: Como a perfeição não existe, há casos (muito poucos, felizmente!) de palavras graves (paroxítonas) terminadas em –ão. Exemplos: órfão, órgão, Estêvão.
 
 
Abraço.
AP
Imagem encontrada AQUI.